sábado, junho 10, 2006

Definição... Concept Art

Estava conversando com um amigo meu sobre o que é Concept art, ou arte conceitual...
e decidi postar aqui sobre isso.

  • O que é arte conceitual?

R: É a arte que parte de um trabalho do Conceito.

  • Para que serve, e onde é usada?

R: A arte conceitual, tem diversas utilidades, pode ser usada, no cinema, no 3d, na arquitetura, nas Hqs, etc. Ela serve como preceito básico para construção de uma idéia.

  • E essa idéia o que é?

R: Essa idéia é a motriz do conceito, é o que origina tudo.
  • O que é o conceito então?
R: O conceito são todas as diversas idéias, criadas em volta de um mesmo tema. É esse o ínicio.
  • Temos primeiro a "idéia central", e dela desenvolvemos várias outras, derivadas dessa. Tudo o que se cria dessa idéia, é somado ou discartado.
Exemplo:

  1. Starwars - Conceito dos personagens Jedis: Guerreiros Samurais tecnológicos.
  2. Então dentro da idéia de Samurai, para os primeiros filmes, os Jedis restantes da ordem, Luke e Obi one, seriam Ronins (samurais sem mestre, em sua maioria na história japonesa, "wanderers", ou melhor, andarilhos, sem armadura), logo, seus trajes seriam Kimonos .
  3. Como caracterizar personagens do Japão mediavel em atores ocidentais e manter a característica de samurai... seria o processo chamado fusão (descrito mais abaixo). Os traços dos trajes, seriam baseados nos tradicionais Kimonos japoneses, o fato ocidental, seria não ter orientais usando esse traje (parece besteira, mas em nenhum filme de Star Wars não se viu Orientais Jedis!). E o mais marcante, e que seria a característica futurística e fato atenuador, a espada laser. Um samurai, não é samurai sem sua espada, logo, para marcar a transição e caracterisá-los seria necessária a espada futurística, o chamado Sabre de Luz.
  4. Darth Vader... O Vader, não é um samurai sem mestre, pelo contrário, ele serve ao imperador, assim como os samurais originais. E tenho certeza que o fato do déspota ser um imperador tem haver com isso. Darth Vader seria um samurai, logo teria armadura e etc, e seu design partiria do conceito de uma armadura existente, para logo em seguir, ganhar a coloração Negra característica de sua "ordem", e depois ser acrescentado o caráter tecnológico. Outra coisa a ser acrescentada a Darth Vader, que ele seria mal, logo ele teria de ter na máscara uma cara de caveira, para representar a morte, ou aquele que matou os Jedis.
  5. Assim foram criados os personagens de Starwars, Jedis e Darth Vader. Estou falando de maneira rápida os conceitos.



O que descrevi acima, foi o uso do conceito nos personagens da primeira trilogia de Star Wars. Como tendência de narrativa, escolhi propositalmente ser vago. Até porque, teria de entrar em detalhes tanto da história pré industrialização nipônica, como época em que foi feito o primeiro filme. Mas como exemplo é válido, contemorâneo, e para quem quiser pesquisar, existem vários links no Google.

  • Bla, bla, bla, você ainda não me definiu a arte conceitual, ou concept art, concept paint, concept draw ou concept print.
R: Usei um exemplo do desenvolvimento de conceito. Na verdade, tudo isso é estudo de conceito e seu uso. Concept art, é a ilustração da idéia, para seu uso, nem sempre será feita, sua utilização como foi representada, mas servirá ao projetista como base. Nesse caso o projetista, é o executor do design final. A Concept art tem vários nomes, diferindo da sua utilização final e de como foi feita. Draw, é só um desenho, a lápis, sem finalização, Paint são quadros retratando momentos do filme (quase um pedaço de story board) ou pinturas de uma casa ou personagem, concept print, mais usada para designar uma blue print temática de um personagem, objeto, etc.
Motivo, é o que chamamos de fato originador da idéia central, ou conceito principal.

Exempos de Concept paint do Starwars aqui!
  • Legal, então resume isso, e mostra as formas que existem!
R: Vamos lá, primeiro não existe uma forma pré determinada de Concept art. Isso vai do artista e para o fim que se destina. São diversas idéias que serão usadas em volta de um tema principal. Para o cinema, você pode mostrar o personagem em um momento de interação, ou o que seria uma cena do filme, para melhor apresentá-lo, principalmente aos investidores, diretores de estúdio, etc. Para a arquitetura, também é valido, já que não é o protótipo, em si, da casa a ser feita, mas para mostrar um condomínio de casas, como exemplo do que será o todo quando prontas. Ou demonstração da casa, ao cliente, onde ele irá sugerir as mudanças que deseja, antes da construção da planta baixa. Para o Digital Design, seja 3d, ou simples arte digital, você usa para mostrar ao cliente sua idéia, dela ele pede as modificações necessárias, ou você irá adequar essa arte ao seu instrumental, quando se fala de Digital Design, deve-se levar em conta o peso na renderização, nos games principalmente.

  • Ok, vc se diz Digital Designer, o que é isso?
Não tem muito o que se definir, mas um Digital Designer pode ser um designer de formação, ou não, Digital Designer é aquele que usa dos artifícios da computação para a criação de novos conceitos, novas tendências. Um bom digital designer, tem como característica quebrar convenções acadêmicas, e por isso esse título. Enquanto um designer tende a ir na corrente acadêmica, um Digital Designer tende a contrariá-la ao máximo, e não, webdesigner não tem nada a ver com digital designer.
  • Defina como se fazer a Concept Art.
R: A definição, vou usar a minha. É coisa pessoal e pode diferir e muito as vezes do adotado em livros de "renomados" autores. A arte conceitual é algo livre. É a fusão de idéias ou conceitos em torno de uma idéia ou conceito principal. O que importa é a lógica no uso desses conceitos. Por isso, a arte conceitual tem dois tipos:
  • Quimera (Quimera) : Esse tipo de conceito é a união de dois fatores sem o fator atenuante. Quer usar em um cenário de game, animação, etc, você irá por características medievais ou pré históricas, por exemplo, ao mesmo tempo que coloca futurísticas. Destoando propositalmente. Em um projeto residencial, você irá colocar um móvel muito antigo, ao lado de um muito moderno. A quimera, é um animal clássico (mitologia Grega) que é a união de mais de um ser, cada ser mantem sua característica própria. Nesse caso, a Quimera, seria um contraste intencional. O que para mim, seria, não ter um fator atenuante de características próprias. Como exemplo, ter meu computador sobre uma coluna greco romana. Além de útil como suporte (Não sei como) valeria como obra de arte. Quimeras geralmente, por seu caráter conflitante, servem para obras de arte, mas raramente tem uso prático, exatamente por seu perfil. O ser humano sempre tende em visão e ideologia ao equilíbrio, ou seja, a fusão de idéias.
  • Fusão (Fusion): Esse nome veio de um tipo de culinária, que se originou de uma tendência atual, (de se unir músicas de diversos estilos em um novo estilo, desenhos de diversos traços em um novo, de se unir designs diversos em um novo, e arquiteturas diversas em uma nova) são pratos que unem as características usadas em diversos pratos, de países diferentes, em novos pratos, mas de paladar único. Isso é o Fusion, e que pode denominar o melhor uso de uma arte conceitual, principalmente na criação de algo único a partir de fatores pré existentes.
A fusão significa pegar as idéias e uní-las de maneira que pareça que são algo novo, algo único. Ou seja, para se criar algo novo, a partir de idéias pré concebidas, ou já existentes, e ser original. Fusão é a criação do conceito com base em conceitos, ou seja, a reformulação das idéias em uma nova.
Quer criar um lobisomem? Você terá uma Quimera em mãos a princípio.
Meio Homem, meio Lobo. Seja corpo de homem e cabeça de lobo. O Corpo será 100% humano e a cabeça será de um lobo, isso não convence ninguém. Então vamos fundir um homem com lobo, ele não será mais homem nem lobo, mas quem ô vir, verá traços de ambos.
Então vamos partir do preceito mútuo a ambos tipos, tanto quimera quanto fusion, homem e lobo ao mesmo tempo. Para a quimera, vc pode parar por aí.
Para o fusion, você irá iniciar algo novo, a partir de algo "velho", Lobo e Homem.
Primeira coisa, ele deverá "puxar" para o humano, logo, andará em pé, ou seja, bípede, mas poderá ser quadrúpede se necessário, afinal, algumas lendas contam que o lobisomen age de maneira quadrúpide. Então de acordo com a anatomia dos animais, vou pegar o que difere e o que se assemelha. A primeira coisa é que os membros posteriores, na composição ósseo/ muscular são parecidos e os posteriores diferem.
Primeiro vou olhar para a coxa humana e a perna luperina, e vou fazer com que harmonizem. Logo a criatura terá dois joelhos, um humano, que dará o movimento da perna para trás, e o tornoselo será um novo joelho, um canídeo, que a partir dele saíra uma pata canina. Ou seja um pé que será a pata.































Suas mãos serão parecidas com patas, mas terá o feitio de uma mão, com o polegar opositor humano, que é uma característica própria da raça, e o corpo peludo, mas o todo precisará de um fator maior, o fator Atenuante das formas. No caso a cabeça atenuará a pata, ao se tratar de uma figura "humana" será o rosto, que deverá ser um rosto de lobo, reunindo o máximo possível de características humanas. Em um maior ou menor grau.
  • Exemplo, Werewolves de Underworld. Nesse filme o tema werewolf (lobisomem) foi decidido da seguinte maneira. Não seriam em CGI, e teriam características humanas em menor nível, como contraste aos vampiros 100% humanos. Mas não poderíam ter faces que fossem 100% de lobos. Mas as faces seriam o fator atenuante, meio lobas e meio humanas, mas tendendo em certas características ao lado lobo. Outro atenuante, os pêlos no corpo, atores depilados.

  • O fator atenuante, é o "Elo Perdido" das raças. Se vc quiser fundir dois materiais, dois estilos, duas raças, distintas, você precisará de um local na estrutura, onde ambas idéias coexistam, e façam harmônia, dali, o contrastante se origina e ganha o motivo.

Aqui vai um exemplo de um trabalho ainda inacabado para um fórum nacional...

Projeto:
  • Homem Dragão.
  • Conceito: Meio Homem e meio Dragão
  • Idéias: Fazer algo original (Não quimera), então, forma da cintura para cima humana com região superior do tórax e costas sendo de dragão. Braços humanos. Fator atenuante, cabeça. Terá de ser usado como idéia a composição muscular humana e de lagartos para tornar a criatura o minimamente aceitável. Para que a criatura com tórax humano possa ter asas, o mesmo deve ser super desenvolvido. Cabeça e ombros terão escamas, e chifres, torax e braços humanos e de tonalidade humano-branco para o vermelho. Parte réptil vermelha. Boca não fecha com lábios e dentes exagerados. Olho não humano. Partes atenuantes nos braços, pequenos chifres. Asas serão feitas 100% no Photoshop. Abaixo, o desenho conceitual, ou concept draw.

























Po.. po...po..por enquanto é só pe...pe..pe..pessoal!

2 comentários:

O Ultra disse...

Ahhhhhhhh

Vc tem o Kamen Rider The First?!!

Onde conseguiu! Já procurei pra baixar e nada. Até desisti de encontrar!!! PORRA, QUERO MUITO VER ISSO!!!

Anônimo disse...

PUTZ esse cara é o bicho! Valeu, me ajudou muito com esse seu post. Estou começando a mecher com 3D, mas ainda estou bem no começo do curso. Será que você poderia me indicar um programa de 3D, onde encontrar e qual é o custo?
Obrigada
Mary_ash